4 de Dezembro de 2013

Comunidade PHP assinala aniversário com debate sobre tecnologia

A comunidade PHP vai chamar programadores para debater tecnologia e assinalar o seu aniversário que se realiza no próximo dia sete de dezembro. O evento que assinala a data vai contar com diversas palestras. O grupo tem organizado diversos encontros todos os meses para debater temas como a linguagem de programação PHP e a desenvolvimento

Android 4.4 KitKat com quota de mercado de 1,1 por cento

Segundo os últimos dados relativos à distribuição do sistema operativo Android que foram recolhidos durante um período de sete dias que terminou no início desta semana, o Android 4.4 KitKat já conta com 1,1 por cento do mercado Android, apenas um mês depois do lançamento dessa versão do sistema operacional. Apesar do novo Android ainda

Roaming pré-pago da Unitel cresce em África

A Unitel, operadora de telecomunicações móveis em Angola, expandiu o seu serviço de roaming pré-pago no continente africano. A operadora introduziu no passado mês de novembro o roaming Camel pré-pago no Botswana e nos Camarões, através de parcerias com a Orange e MTN. O alargamento deste serviço acontece simultaneamente com uma estratégia global. A operadora

China é o segundo maior mercado mundial de TI

A empresa de pesquisas de mercado IDC revela que a China ultrapassou o Japão em investimentos de tecnologias da informação este ano e tornou-se no segundo maior mercado do mundo neste setor. Os Estados Unidos continuam a ser líderes no mercado de TI, sendo três vezes maior do que o da China. No entanto, os

Smartphone russo tem ambições globais

A russa Yota Devices lançou o seu primeiro smartphone, esperando que o ecrã de dois lados consiga entrar nos mercados da Europa e Médio Oriente e ganhar quota de mercado aos seus rivais. A empresa espera vender os telemóveis em vinte países no próximo ano, depois da estreia em 2013 na Rússia, Áustria, França, Alemanha

Fujitsu anuncia ajustamento a nível regional

A Fujitsu anunciou o próximo passo na sua globalização passa pela reorganização da sua estrutura na atual região da Europa Continental, Médio Oriente, África e Índia de modo a “assegurar que ocupa o melhor posicionamento possível com vista a alavancar a posição local enquanto pensa globalmente”. A região em questão, para a Fujitsu, funcionava com