4 de Outubro de 2013

Microsoft quer Windows Phone em dispositivos Android

A Microsoft abordou a HTC para saber se a empresa estaria interessada em adicionar o Windows Phone como segundo sistema operativo para os seus dispositivos Android. Não é claro como se iria processar, se o utilizador escolhia o sistema operativo ao iniciar o smartphone ou quando iniciava pela primeira vez o dispositivo, mas é um

HP apresenta a sua nova gama de computadores profissionais

Numa fase de mudança para as empresas, onde os colaboradores cada dia procuram ter maior mobilidade, a HP lança o novo portfólio de computadores que promete redefinir os standards de computação profissional. Com novos design elegantes e uma segurança reforçada, a empresa traz a nova linha de notebooks, EliteBook e ProBook, com caraterísticas inovadoras de

Malware em aplicação ataca dispositivos Android

O AdBlock Plus foi, durante muito tempo, uma aplicação bastante conhecida do Android. Um grupo de piratas informáticos usou, agora, a marca para espalhar um malware. O grupo de hackers conseguiu colocar no Google Play, loja de aplicações da Google, uma aplicação maliciosa que se fazia passar pelo software bloqueador de anúncios AdBlock Plus. O

Cisco e Facebook unem consumidores e empresas

Procurando novas maneiras de conectar os consumidores com as suas lojas e marcas favoritas, a Cisco anunciou a sua nova parceria com a rede social Facebook. Utilizando o Wi-Fi dentro das lojas, todo os clientes que tenham um Smartphone poderão conectar-se gratuitamente a página da loja na rede social, onde poderão encontrar as últimas promoções,

Quase três milhões de clientes da Adobe com informações roubadas

A Adobe anunciou no seu blog o roubo de informação de 2,9 milhões de clientes. Os hackers terão roubado informação relativa a nomes, números de cartões de crédito e débito, prazos de validade e outros dados. A empresa “lamenta profundamente o incidente” e diz estar a trabalhar, a nível interno, com parceiros e com a

França cria lei “anti-Amazon”

Os deputados da Assembleia Nacional francesa aprovaram um projeto de lei que limita a ação dos vendedores de livros online para proteger as livrarias tradicionais. Esta proposta está a ser referida como lei “anti-amazon”, uma vez que a retalhista norte-americana pode uma das mais prejudicadas pela nova lei. A proposta quer proibir os vendedores online