Zorrinho defende nova agenda de inovação para a indústria europeia

Negócios
0 0 Sem Comentários

 “Uma nova agenda de inovação é um pilar chave de uma nova agenda de crescimento e emprego para a UE. Uma agenda mobilizadora para o futuro, que é necessária já”, defendeu o eurodeputado Carlos Zorrinho na sua intervenção, esta manhã, em Estrasburgo, sobre a Competitividade da Indústria Ferroviária Europeia.  

De acordo com o eurodeputado socialista, “a indústria associada à ferrovia é um excelente exemplo de um setor que pode e deve ser apoiado para adotar, desde já, uma nova agenda de inovação, no quadro da indústria 4.0.”, agenda essa que, acrescentou Zorrinho, “implica conjugar o desenvolvimento de novos produtos, de novos serviços e de novos modelos de organização e novas competências, envolvendo universidades, centros de investigação, empresas de referência e redes de pequenas e médias empresas, startups e spin offs”.

É importante “usar este caso como exemplo agregador para a publicação de uma comunicação sobre a re-industrialização da Europa no quadro da revolução digital e da transição energética”, sustentou igualmente Carlos Zorrinho, para quem também é necessário “incrementar o apoio político ao setor, inclui-lo nas prioridades de negociação dos tratados comerciais internacionais, incentivar o investimento e a criação de um contexto colaborativo.”

Carlos Zorrinho aproveitou a oportunidade para criticar o primeiro ano de aplicação do Fundo Europeu de Investimento Estratégico, fazendo sobre o mesmo “um balanço dececionante, não apenas pela mobilização insuficiente de fundos, mas sobretudo pela incapacidade de gerar um impulso para que a União Europeia assuma a liderança das indústrias do futuro, na energia, no digital e nas redes inteligentes”.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor