Zaask prevê retorno de 25 milhões à economia local

Negócios

A startup Zaask estima que a sua plataforma, que atua como ligação entre aqueles que procuram um profissional que execute um serviço local e aqueles que o podem prestar, gere mais de 25 milhões de euros para a economia local, até ao final deste ano. No ano passado, a empresa portuguesa conseguiu retornar perto de

A startup Zaask estima que a sua plataforma, que atua como ligação entre aqueles que procuram um profissional que execute um serviço local e aqueles que o podem prestar, gere mais de 25 milhões de euros para a economia local, até ao final deste ano. No ano passado, a empresa portuguesa conseguiu retornar perto de dez milhões.

zaaskNascida em 2012, a Zaask realizou já mais cem mil projetos pessoais e no início deste ano começou a dar os primeiros passos no mercado espanhol.

O diretor executivo da startup portuguesa, Luís Pedro Martins, afirmou que, durante o ano de 2014 e o primeiro quartel de 2015, a empresa registou um desempenho “francamente positivo, estando isso refletido nas vendas, número de colaboradores, entrada em novos mercados e, naturalmente, no retorno financeiro para as economias locais”. O CEO acrescentou que a Zaask conseguiu, neste mesmo período, um crescimento mensal acima dos dois dígitos ao nível da faturação.

Para assinalar o seu terceiro aniversário, a Zaask redesenhou o seu logótipo, conservando, contudo, alguns traços característicos, segundo informações avançadas em nota de imprensa. Esta nova insígnia deverá representar a empresa portuguesa enquanto esta navega em direção aos mercados além-fronteiras.

Revela a Zaask que, atualmente, as suas plataformas portuguesa e espanhola conta com uma média de cerca de cinco mil pedidos mensais.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor