Young Smith como nova diretora dos RH da Apple

EmpresasEscritórioMacNegócios

A Apple promoveu Denise Young Smith para liderar os Recursos Humanos, nomeando alguém com experiência na divisão das lojas retalhistas, numa altura em que a gigante tecnológica procura atrair e manter os melhores talentos. Smith vai substituir Joel Podolny, que, de acordo com a porta-voz Kristin Huguet, integrará a tempo inteiro a Apple University. Ela

A Apple promoveu Denise Young Smith para liderar os Recursos Humanos, nomeando alguém com experiência na divisão das lojas retalhistas, numa altura em que a gigante tecnológica procura atrair e manter os melhores talentos.

Apple

Smith vai substituir Joel Podolny, que, de acordo com a porta-voz Kristin Huguet, integrará a tempo inteiro a Apple University. Ela é mais recente mulher a assumir um cargo de topo na Apple, e junta-se a Katie Cotton, vice-presidente de comunicações, e a Angela Ahrendts, antiga CEO da Burberry Group que vai tomar controlo das operações de retalho.

No seguimento de um decréscimo nas receitas, a Apple compete com a Google, com o Facebook e com outras empresas tecnológicas no recrutamento dos melhores engenheiros.

A Apple ocupa a 35ª posição no ranking da Glassdoor dos melhores locais para trabalhar, caindo do décimo lugar que conquistou em 2012.

Smith já havia presidido os Recursos Humanos para a divisão de operações de retalho da Apple, que empregava 42800 dos seus 80300 trabalhadores.

Brian Marshall, analista na ISI, diz que a Apple continua um ótimo local de trabalho, mas que não está a experienciar o crescimento exponencial que esperava. Acrescenta ainda que se vive um ambiente em que todas as startups querem contratar os maiores talentos da Apple.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor