Yezz apresenta primeiros módulos para Project Ara no MWC’15

Mobilidade

O smartphone modular da Google ainda não tem data prevista de lançamento, mas o Project Ara, como é conhecido, tem novidades e os primeiros módulos compatíveis serão apresentados, no próximo mês, no Mobile World Congress, em Barcelona. A novidade parte da Yezz que já conta com cerca de 100 protótipos de módulos. A Yezz, marca

O smartphone modular da Google ainda não tem data prevista de lançamento, mas o Project Ara, como é conhecido, tem novidades e os primeiros módulos compatíveis serão apresentados, no próximo mês, no Mobile World Congress, em Barcelona. A novidade parte da Yezz que já conta com cerca de 100 protótipos de módulos.

yezz

A Yezz, marca distribuída pela Avenir Telecom, vai a Barcelona, no próximo mês, com um objetivo muito claro: apresentar os primeiros módulos desenvolvidos para o Project Ara, o smartphone modular da Google. A Yezz criou estes módulos a convite da Google e torna-se, assim, um dos primeiros fabricantes desta inovação tecnológica que permitirá a cada utilizador adaptar o seu smartphone.

O projeto foi desenvolvido pela DDM Brands, a responsável pelo fabrico de terminais livres da Yezz que irá apresentar módulos compatíveis com o Project Ara, depois de já ter testado cerca de 100 protótipos. Estes protótipos foram construídos nos EUA e na China mas terão a sua primeira aparição pública no World Mobile Congress, entre os dias 2 e 5 de março.

A Yezz existe desde 2011 e tem apostado no mercado latino-americano, tendo, por exemplo, lançado o equipamento com Windows Phone mais fino do mercado. Apesar do sucesso no outro lado do Atlântico, o local escolhido para apresentar os primeiros módulos compatíveis com o Project Ara é Barcelona, já que o congresso deverá contar com mais de 85 mil participantes.

Para além do desenvolvimento de módulos para o Project Ara, a Yezz pretende criar uma loja virtual onde os utilizadores possam adquirir os módulos de forma mais rápida e direta.

O Project Ara compreende a criação de um smartphone totalmente flexível e adaptável que poderá ser construído pelo utilizador. As marcas terão apenas de fornecer os diferentes componentes ou módulos. A combinação dos diferentes módulos deverá responder às necessidades dos diferentes utilizadores que poderão personalizar o seu smartphone de modo a que seja o mais pessoal possível.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor