Xiaomi ganha mais de mil milhões em ronda de investimentos

MobilidadeNegóciosSmartphones

A Xiaomi conseguiu embolsar 1,1 mil milhões de dólares numa sequência de investimentos que evidencia o crescente poder e presença da fabricante chinesa de smartphones na cena mundial. O All-Stars Investment, DST Global, Hopu Investment Management e Yunfeng Capital foram alguns dos fundos de capital privado que compuseram a ronda de investimentos que reforçou a posição da

A Xiaomi conseguiu embolsar 1,1 mil milhões de dólares numa sequência de investimentos que evidencia o crescente poder e presença da fabricante chinesa de smartphones na cena mundial.

xiaomi

O All-Stars Investment, DST Global, Hopu Investment Management e Yunfeng Capital foram alguns dos fundos de capital privado que compuseram a ronda de investimentos que reforçou a posição da Xiaomi como um player emergente face ao qual os rivais terão que acautelar-se. A Xiaomi está hoje avaliada em 45 mil milhões de dólares.

Em somente três anos parece que a Xiaomi conseguiu conquistar um lugar no pódio dos maiores fabricantes de smartphones, perdendo terreno apenas para a Samsung e para a Apple. Esta vaga de investimentos veio também clarificar a sua posição como uma das empresas privadas mais valiosas do mundo.

Não obstante alguns percalços judiciais relacionados com disputas sobre patentes, a Xiaomi parece deter a confiança dos investidores, que acreditam que a empresa tornar-se-á, muito em breve, uma força inexorável no setor global dos smartphones.

Este mês, as vendas da Xiaomi na Índia foram suspensas, depois de a Ericsson ter submetido uma queixa contra a chinesa, acusando-se da utilização indevida de propriedade intelectual alheia.

A Xiaomi tem ativamente procurado expandir as suas operações para lá das fronteiras da dimensão dos smartphones, investindo noutras fabricantes de dispositivos eletrónicos.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor