WinTrust projeta crescimento significativo para 2015

GestãoNegóciosResultados

O volume de negócios da WinTrust cresceu 30 por cento em 2014, alcançando os 1,3 mil milhões de euros. Os mercados internacionais representam já 15 por cento desta faturação, sendo que a empresa quer duplicar este contributo até ao fim deste ano. 2014 foi um bom ano para a WinTrust, e 2015 não deverá ficar

O volume de negócios da WinTrust cresceu 30 por cento em 2014, alcançando os 1,3 mil milhões de euros. Os mercados internacionais representam já 15 por cento desta faturação, sendo que a empresa quer duplicar este contributo até ao fim deste ano.

wintrust

2014 foi um bom ano para a WinTrust, e 2015 não deverá ficar atrás. O volume de negócios da tecnológica portuguesa atingiu um valor 30 por cento superior ao registado em 2013.

Para este ano, a WinTrust espera chegar aos dois mil milhões de euros, sendo que já tem assegurado 80 por cento do volume de negócios de 2014, segundo fontes oficiais. Ainda em 2015, a empresa pretende fazer com que a receita internacional passe a representar 30 por cento desta faturação. Os mercados estrangeiros foram responsáveis por 15 por cento do volume de negócios do ano passado. “Nos mercados externos, o nosso modelo de internacionalização passa por ter um parceiro local, com um ADN alinhado com o nosso”, afirmou o diretor-geral Filipe Nuno Carlos, traçando o perfil que procura num aliado nos mercados externos.

Falando de Recursos Humanos, a WinTrust faz tenção de contratar 18 novos colaboradores ao longo de 2015, mais quatro do que os que passaram a integrar a empresa em 2014.

O diretor-geral Filipe Nuno Carlos referiu que já este ano a WinTrust adicionou mais uma entidade financeira ao seu portfólio de clientes da área da Banca.

Para este ano, a WinTrust estima que o setor financeiro português represente 25 por cento do volume de negócios e que outros 25 por cento sejam atribuídos às áreas dos Serviços e dos Transportes.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor