Whatsapp vai deixar de funcionar em telemóveis antigos

AppsMobilidadeSmartphones
0 0 Sem Comentários

Na passagem de 2016 para 2017, o Whatsapp vai deixar de funcionar em alguns smartphones. Os modelos dos telemóveis que deixarão de aceder ao Whatsapp depois de 31 de dezembro são mais antigos e caíram em desuso nos últimos anos.

A aplicação de conversação vai deixar de ser suportada em alguns smartphones, entre eles alguns aparelhos com Android, Windows Phone e alguns modelos de iPhone. Os modelos afetados são produtos antigos.

Os smartphones da Apple afetados vão ser o iPhone 3GS ou qualquer um que use o sistema operativo iOs 6. No que diz respeito aos Androids, os smartphones que estiverem a utilizar as versões Eclair 2.1 ou Froyo 2.2 também deixarão de ter acesso à aplicação. Por fim, os utilizadores de dispositivos com Windows Phone 7 também vão deixar de conseguir usar o Whatsapp.

A 30 de Junho de 2017, a aplicação deixará de funcionar em mais produtos. Na lista dos smartphones que deixarão de suportar o Whatsapp em meados do próximo ano estão dispositivos com  BlackBerry OS e Black Berry 10, e produtos com Symbian, que a Nokia utilizava em alguns telefones.

“Quando demos início ao WhatsApp em 2009, a maneira com que as pessoas utilizavam smartphones era muito diferente do que é hoje. A App Store da Apple por exemplo, existia há apenas alguns meses. Cerca de 70% dos smartphones vendidos na época, possuíam sistemas operativos desenvolvidos pela BlackBerry e Nokia. Os sistemas operativos móveis oferecidos pela Google, Apple e Microsoft – o que totaliza hoje cerca de 99.5% das vendas atuais – estavam em menos de 25 % dos aparelhos vendidos naquela época.” explicou a empresa no blogue oficial.

Apesar desta medida, a empresa não parece ter considerado a criação de uma versão Lite para a aplicação. O Whatsapp, até ao momento, não seguiu as pisadas do Facebook que criou o Facebook Lite, mais leve, de modo a que os dispositivos mais antigos continuassem a poder aceder à aplicação.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor