Weibo regista grandes perdas mas conquista mais utilizadores

NegóciosSoftware

A plataforma de microblogging chinesa Weibo comunicou uma perda líquida para o primeiro trimestre de mais do dobro relativamente à registada no ano anterior, reflexo de um grande investimento para atrair novos utilizadores. A perda esteve na casa dos 47,4 milhões de dólares, o que, comparado com os 19,2 milhões de prejuízo no ano anterior,

A plataforma de microblogging chinesa Weibo comunicou uma perda líquida para o primeiro trimestre de mais do dobro relativamente à registada no ano anterior, reflexo de um grande investimento para atrair novos utilizadores.

weibo

A perda esteve na casa dos 47,4 milhões de dólares, o que, comparado com os 19,2 milhões de prejuízo no ano anterior, foi uma perda colossal. Contudo, apesar de extremamente danosa, a perda alinha-se com as previsões que a Weibo havia já comunicado.

No entanto, este sacrifício provou-se frutífero, pois a Weibo conseguiu aumentar em 37 por cento a sua base de utilizadores diários ativos no primeiro trimestre, numa altura em que se observa uma migração dos 618 milhões de “cidadãos digitais” para o universo dos dispositivos móveis.

Wang Gaofei, diretor executivo da Weibo, tem, então, procurado investir nos segmentos de marketing e de desenvolvimento de produto para tentar colmatar a ferocíssima competição de que é alvo por parte da aplicação de mensagens WeChat da tecnológica Tencent.

Sendo já o “Twitter chinês” o maior serviço de criação e difusão pública de conteúdo, as vendas mais do que duplicaram, atingindo os 67,5 milhões de dólares no primeiro trimestre, o que, segundo a empresa, foi também ao encontro do que já havia calculado.

Para o segundo trimestre, a Weibo adivinha receitas líquidas entre os 74 e os 76 milhões de dólares, o que reflete um aumento bastante expressivo dos 37,6 milhões de dólares registados no ano anterior.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor