Web Summit | CEO da Canary garante a segurança e privacidade dos clientes

EmpresasInovaçãoNegóciosSegurança
0 0 Sem Comentários

Adam Sager discursou no Web Summit e falou sobre a segurança dos dados dos produtos da Canary.

O tema central da conversa de Adam Sager, fundador e CEO da Canary, foi a segurança dos dados recolhidos através dos produtos da empresa. Sager afirmou que “o mais importante numa empresa é a confiança. Os clientes têm que ter confiança na nossa segurança e na proteção de dados.” Para que a confiança seja mantida o CEO da Canary garantiu que “fazemos tudo o que é possível para proteger a privacidades dos nossos clientes porque isso é importante para ele e para nós.”

A segurança dos dados recolhidos pelos aparelhos deve ser considerada tão importante quanto a segurança oferecida através dos próprios produtos. Assim, quando os clientes optam por desligarem a segurança dos seus aparelhos, o fundador da Canary garante que na sua empresa “eles estão efetivamente desligados e não estão a enviar dados para a cloud sem que o cliente assim o queira.”

Assim para Adam Sager, uma smart home não é nada mais do que “tornar os indivíduos mais espertos sobre o ambiente em que estão em casa.” O objetivo não é tornar as casas inteligentes mas sim dar ao cliente a possibilidade de “estar conectado com a sua casa mesmo quando não está lá.”

O aspeto da conectividade sem que seja necessária a presença do indivíduo faz com que existam clientes que não seriam expectáveis a utilizarem os produtos Canary. Adam Sager confessa que “todos os dias somos surpreendidos com uma aplicação nova e diferente que os nossos consumidores deram aos nossos produtos.” Assim, existem já creches, restaurantes e outros negócios a implementarem tecnologia Canary que não seria à partida destinada para esse tipo de clientes.

Em relação às expectativas para o futuro, o CEO terminou a sua sessão no web summit dizendo que espera que daqui a 10 anos as smart homes tenham muito mais ferramentas de vídeo. “As pessoas adoram tudo o que tem vídeo. Vamos poder ter acesso em vídeo a muitas coisas, desde como está a nossa casa a como está o ambiente no restaurante onde queremos ir.” Vamos esperar para ver se as previsões de Adam Sager se confirmam e se a Canary se vai adaptar a essas necessidades de mercado.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor