Web Summit: Amazon quer todos os sistemas digitais a funcionar com voz

Cloud

Pelo segundo ano consecutivo Werner Vogels veio ao web Summit para falar da importância da voz e das soluções da Amazon nessa área. A voz é a forma mais natural de comunicar e como tal, deve ser a base dos dispositivos foi a ideia chave da apresentação do CTO da tecnológica, no Center Stage.

“A forma como construímos os nossos sistemas não é a forma como comunicamos. Temos de construir sistemas de voz para que todos os possam usar” referiu o CTO da Amazon que afirmou, ainda que a voz deve ser central em todos os sistemas e dispositivos digitais. O uso de um teclado não é natural e dificulta a aprendizagem e a interação.

“A voz está em todo o lado e é usada há milhares de anos”  disse, considerando que só este suporte oferece forma de desbloquear sistemas universais. A gigante norte-americana tem sido pioneira nesta área que segundo o executivo, “está a explodir.” “As pessoas estão a adorar os equipamentos baseados em voz”, acrescentou.

Os dispositivos sozinhos são estúpidos, disse Werner Vogels, “a Alexa é apenas  microfones”, a sua inteligência está na cloud.

serviços de voz da Amazon não são exclusivo e está disponível para todos os quiserem integrá-los nas suas soluções, aliás, de acordo com o responsável da Amazon, a empresa incentiva isso mesmo. O Alexa Skills Kit tem mais de 25 mil funcionalidades e são usadas de diferente formaa em diversos países.

O CTO falou também dos serviços Amazon AI baseados em deep learning, cujo Polly e o Lex são as grandes estrelas. O primeiro é uma tecnologia que transforma texto em fala  e é usado em diversas aplicações tal com o o Duolingo, app de aprendizagem de línguas.

Esta tecnologia é focada na qualidade da voz, na pronúncia, tem processamento de texto automático e preciso, e é fácil de entender. Além disso permite dar significa semântico e oferece costumização. Já o Lex serve para construir interaçãoes naturais em texto e voz.

Werner Vogels finalizou a sua intervenção dizendo que os interfaces de voz são o futuro e frisando o quão importante é fazer sistemas digitais que incluam este recurso.  O executivo ressaltou, no entanto, que ainda é preciso fazer muito neste campo, nomeadamente nos casos de conversas mais longas.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor