Web Summit | África recebe o primeiro droneport do mundo

InovaçãoMobilidade
0 0 Sem Comentários

Jonathan Ledgard, fundador da Redline Cargo Drone Network, falou do primeiro droneport do mundo que será construído no Ruanda e deverá iniciar operações em 2017.

O fundador da Redline começou por fazer um resumo da situação em África e elogiar a tecnologia de baixo custo, usando como exemplo os telemóveis Nokia que, ao serem muito baratos, conseguiram chegar às populações mais pobres.

Ledgard  indicou que, na sua opinião, “os dois tipos de tecnologia que vão impactar em África são a robótica de baixo custo e a inteligência arificial.”

Os drones vão ser usados para transporte de carga entre aldeias, que na maioria dos países africanos, são bastante longe umas das outras e em que as estradas são inexistentes ou estão em mau estado .

Os drones usados para transporte são bastante grandes e droneport nasceu da necessidade de serem precisos locais de grandes e seguros onde os drones possam aterrar.

“O que queremos com estes dronesports é que tenham uma relação com a comunidade” afirmou Jonathan Ledgard.

 Os droneports vão funcionar como qualquer aeroporto mas alguns dos serviços não serão automatizados pois “não faz sentido quando há tanto desemprego”. Por outro lado, os droneports vão ter clínicas médicas, comércio, áreas logística e outros serviços para as populações.

Os três primeiros droneports serão construídos com o apoio do governo do Ruanda e vários parceiros internacionais sendo que o primeiro foi desenhado por Norman Foster , o mesmo arquiteto que desenhou alguns dos maiores aeroportos do mundo.

Em 2025 prêve-se que a maioria das cidades de países em desenvolvimento tenham droneports e que os drones sejam usados como forma primordial de transporte de cargas.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor