Wall Street preocupado com guerra de operadoras americanas

EmpresasNegócios

A competição de fim de ano entre as operadoras de telecomunicações norte-americanas preocupou Wall Street. Os analistas acreditam que os lucros desta indústria podem cair fortemente. Foram várias as iniciativas agressivas noticiadas por parte das operadoras americanas para conseguirem mais clientes. O caso da AT&T foi um dos mais falados. No início do ano, a

A competição de fim de ano entre as operadoras de telecomunicações norte-americanas preocupou Wall Street. Os analistas acreditam que os lucros desta indústria podem cair fortemente.

Wall-StreetForam várias as iniciativas agressivas noticiadas por parte das operadoras americanas para conseguirem mais clientes. O caso da AT&T foi um dos mais falados. No início do ano, a segunda maior operdaora do país, não quis ficar atrás da rival T-Mobile US e, chegou a oferecer pagamento a clientes que saíssem da T-Mobile.

Outro caso aconteceu dias depois. A Sprint Corp começou por prometer grandes descontos para familiares e grupos de amigos e, terminou por dizer que pagaria custos de saída para consumidores que trocassem de operadora.

As ações das duas empresas ocorrem depois que, a T-Mobile registou três trimestres de crescimento do número de clientes. Estes resultados não eram esperados, porque a T-Mobile registou perdas nos últimos quatro anos.

Os analistas temem que a intensificação da competição possa resultar na perda de milhões de dólares em receitas.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor