Volvo e Autoliv juntam-se à Nvidia para criar sistemas para carros autónomos

Inovação

As empresas vão trabalhar em conjunto para desenvolver software e sistemas avançados para veículos autónomos de Nível 4 que deverão chegar às estradas nos próximos quatro anos. 

A Volvo Cars e  a Autoliv, que formam a joint venture Zenuity, vão usar a plataforma de inteligência artificial (AI) para carros da Nvidia para desenvolver os sistemas de condução autónoma de próxima geração.

“A cooperação com a Nvidia coloca a Volvo Cars, a Autoliv e a Zenuity à frente no desenvolvimento dos veículos com esta tecnologia”, afirma, em comunicado, Hakan Samuelsson, presidente e CEO da fabricante de automóveis sueca.

A parceria vai incidir em sistemas que utilizam deep learning para reconhecer objetos, antecipar potenciais ameaças e circular nas estradas com segurança.

De acordo com a Volvo, os novos sistemas vão conseguir comparar a percepção situacional em tempo real com mapas em alta definição, permitindo a condução através de uma rota segura com ajustes às circunstâncias que possam ir mudando, por exemplo a existência de um acidente. Por outro lado, os sistemas vão realizar outras funções essenciais, como a junção de imagens de câmaras para criar uma visualização completa à volta de todo o carro.

“A inteligência artificial é uma ferramenta essencial para resolver os desafios dos carros autónomos. Usamos como base a nossa colaboração anterior com a Volvo Cars para criar veículos prontos que tornarão a condução mais segura, deixando as cidades mais verdes e reduzindo o congestionamento”, refere Jensen Huang, CEO da Nvidia.

As três empresas querem assim estar na frente dos desenvolvimentos de sistemas sem condutor, um mercado que, segundo as projeções da Goldman Sachs, deve atingir, em 2025, os 96 mil milhões de dólares.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor