Volvo anuncia que será totalmente elétrica em 2019

Inovação

A fabricante de automóveis anunciou que, dentro de dois anos, terá apenas modelos elétricos e híbridos, demonstrando o seu compromisso na redução das emissões de carbono dos seus veículos.

O anúncio representa uma mudança significativa no mercado dado que a empresa de origem sueca é a primeira a iniciar, claramente, uma estratégia com vista à extinção do uso de motores a combustão interna.

“As pessoas exigem cada vez mais carros elétricos e queremos responder às necessidades atuais e futuras dos nossos consumidores”, afirmou, em comunicado, Håkan Samuelsson, presidente e CEO da Volvo Cars.

A Volvo Cars quer lançar cinco novos modelos com motores eléctricos até 2021,  três dos quais modelos Volvo e dois veículos de alta performance da Polestar, a nova divisão da fabricante de automóveis.  

O portfólio será complementado pela gama veículos híbridos plug-in a gasolina e diesel, além dos modelos híbridos de 48 volts, representando uma das mais amplas ofertas de automóveis elétricos de qualquer fabricante. Isto significa que, no futuro, não haverá  Volvos sem motor elétrico.

“A Volvo Cars tem planos para vender 1 milhão de carros elétricos até 2025. Esta estratégia  permitir-nos-á atingir esse objetivo”, acrescentou o executivo.

Além desta decisão, foi também comunicado que a Polestar vai  passar a ser uma empresa global independente para carros elétricos de alto desempenho e que Thomas Ingenlath, vice-presidente sénior de Design da Volvo Cars, será o seu CEO.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor