Vodafone reforça campanha de expansão da sua rede de fibra

NegóciosOperadoresRedes

A Vodafone quer que a sua rede de fibra chegue, em 2015, até 2,1 milhões de casas. Com um investimento de 500 milhões de euros, a operadora espera ainda que as suas redes de nova geração cubram uma maior extensão geográfica, a nível nacional, até 2016. No ano passado, a Vodafone deu início a um

A Vodafone quer que a sua rede de fibra chegue, em 2015, até 2,1 milhões de casas. Com um investimento de 500 milhões de euros, a operadora espera ainda que as suas redes de nova geração cubram uma maior extensão geográfica, a nível nacional, até 2016.

fibra otica

No ano passado, a Vodafone deu início a um plano de expansão de 500 milhões de euros que deverá alongar-se até ao próximo ano e que visa potenciar o alcance da sua rede de Fibra de Última Geração.

Oferecendo, assim, velocidades de tráfego de dados até um gigabit por segundo aos clientes do seu serviço de fibra, a Vodafone quer, por exemplo, potenciar a experiência de consumo de conteúdos televisivos e permitir transferências mais velozes de dados e ficheiros.

Já em contexto empresarial, a operadora, através da sua rede de fibra de última geração, “possibilita às empresas portuguesas o acesso a serviços suportados numa rede com velocidades simétricas e garantidas, permitindo-lhes encarar com acrescido otimismo os muitos desafios que se colocam aos seus negócios”, explicou em comunicado.

Sendo que agora o seu serviço de fibra cobre cerca de 1,6 milhões de casas e empresas, a Vodafone quer reforçar a sua posição neste segmento, com o investimento na ampliação da sua rede, e, até ao fim de 2015, quer aumentar este número para 2,1 milhões.

De acordo com informações veiculadas pelo relatório Vodafone and Europe: Investing for the Future, elaborado pela própria operadora, aquele que é um dos maiores nomes do mercado de telecomunicações português foi responsável por 23,7 mil milhões de euros do crescimento económico registado entre 2013 e 2014. Ademais, consta que contribuiu com “443 milhões de euros para a geração de riqueza em Portugal nesse mesmo período”, avançou a Vodafone.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor