Vodafone processada por ex-distribuidor grego

EmpresasNegóciosOperadoresRedes

A unidade grega da Vodafone está a ser processada pela Mobile Trade Stores, um parceiro comercial de longa data, por 1,7 mil milhões de euros por danos que a empresa diz ter sofrido depois da operadora ter cancelado acordos de franchising. A empresa-mãe Papistas Holding, que detém a MTS, submeteu um processo judicial contra a

A unidade grega da Vodafone está a ser processada pela Mobile Trade Stores, um parceiro comercial de longa data, por 1,7 mil milhões de euros por danos que a empresa diz ter sofrido depois da operadora ter cancelado acordos de franchising.

vodafone grécia

A empresa-mãe Papistas Holding, que detém a MTS, submeteu um processo judicial contra a operadora britânica Vodafone por danos morais e prejuízo resultantes do término de negócios com a Mobile Trade Stores.

A MTS disse que em 2008 a Vodafone reformou a sua forma de atuação no mercado grego, tendo como consequência a revogação imprevista de um contrato de manutenção de serviços e outros contratos de empréstimos com a empresa grega, o que, incontornavelmente, prejudicou várias filiais do Grupo Papistas.

Já em dezembro do ano passado, a MTS havia submetido um processo semelhante contra a Vodafone por 255,5 milhões de euros.

“As queixas não têm qualquer fundamento e as alegadas perdas são completamente fantasiosas. A Vodafone vai terminantemente defender a sua posição”.

O processo, disse a MTS, foi submetido no tribunal grego de Primeira Instância  em Atenas.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor