Vodafone Portugal consolida tendência de crescimento no quarto trimestre

EmpresasMobilidade

Durante o quarto trimestre, que encerra o ano fiscal de 2016-2017 (com início em abril de 2016 e conclusão em março de 2017), a Vodafone Portugal apresenta um incremento das Receitas de Serviços, suportado principalmente pelo forte dinamismo no mercado das comunicações fixas. O foco no cliente, o investimento na expansão e modernização das redes fixa e móvel de última geração são também outros dos motivos apontados pelo CEO da Vodafone Portugal.

No final do quarto trimestre, as Receitas de Serviços totalizam 226 milhões de euros, um crescimento orgânico de 2,2% face ao período homólogo e idêntico ao registado no trimestre anterior No mesmo período, as receitas totais, que incluem a venda de equipamentos, avançam 1,7% YoY (Q3: +2.0% YoY). No conjunto do ano fiscal, as Receitas de Serviços sobem 1,7% face ao exercício anterior. De acordo com o comunicado da Vodafone, a performance financeira evidencia a tendência positiva de um dos mais importantes indicadores de negócio pelo sexto trimestre consecutivo.

Estes resultados espelham também o crescimento das receitas do serviço fixo, sustentado pelo contínuo incremento da base de Clientes que contabiliza já mais de 590 mil (Q4: +18,8% YoY). No final do quarto trimestre, a superioridade da rede de fibra ótica de última geração da Vodafone regista um novo marco: uma cobertura de 2,7 milhões de lares e empresas, contribuindo para que a Vodafone seja o operador que mais cresce há 13 trimestres consecutivos, segundo os mais recentes dados disponibilizados pela Anacom.

No final de março,  o número de clientes móveis fixa-se acima dos 4 milhões, o  que representa uma ligeira redução de 2,8% face a março de 2016. No mesmo período, a utilização de dados móveis acelera 76,5% YoY, beneficiando de  campanhas especiais centradas em smartphones e na oferta de dados móveis, duas das apostas recorrentes da Vodafone em resposta às necessidades de comunicação dos seus Clientes.

“O exercício de 2016-2017 mostra que a Vodafone Portugal mantém uma tendência de crescimento, num ambiente de plena convergência, reflexo de uma estratégia de investimento e de diversificação do negócio ao longo dos últimos anos. O foco no Cliente, o forte investimento na expansão e modernização das redes fixa e móvel de última geração e o papel de referência em inovação, permitem-nos entregar cada vez mais valor, e reforçar a nossa posição competitiva no sector”, afirma Mário Vaz, CEO da Vodafone Portugal.

O compromisso da Vodafone em oferecer a mais completa experiência de comunicações aos seus Clientes estende-se a todos os segmentos. De acordo com o comunicado de imprensa, no setor móvel, a empresa é reconhecida por entidades independentes. A Deco Proteste atribuiu à internet móvel da Vodafone o selo “Melhor do Teste”, e a consultora P3 Communications que, nos três estudos realizados até agora, elegeu a Vodafone como o melhor operador nacional de telecomunicações, no que diz respeito à qualidade dos serviços de voz e internet em todo o País.

“Para o exercício fiscal de 2017-2018 reiteramos o nosso principal objetivo estratégico: entregar um serviço de excelência aos nossos Clientes. Este é, aliás, o nosso inabalável compromisso há 25 anos, aniversário que a empresa celebrará no dia 18 de outubro deste ano. Tal como no último quarto de século, a Vodafone continuará a protagonizar um papel determinante no sector das telecomunicações e a contribuir decisivamente para que o País seja um dos protagonistas da revolução digital em curso”, acrescenta Mário Vaz.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor