Vodafone bloqueia publicidade em canais que promovem ódio ou notícias falsas

e-MarketingNegóciosPublicidade

O Grupo Vodafone anunciou hoje que possui novas regras, a nível global, no que diz respeito à publicidade. Com esta medida, a empresa quer evitar que ver anúncios seus em canais digitais que incitem ao ódio e que divulguem conteúdos que não são verdadeiros. 

A Vodafone vai ter uma whitelist que incluirá os canais selecionados que sejam fidedignos ou identificados como altamente improváveis de reproduzirem “discurso de ódio” e “notícias falsas”. Esta lista utilizará mecanismos de controlo implementados pela Vodafone, Google e Facebook.

Esta será mais uma garantia para que a publicidade da Vodafone seja apenas mostrada em locais que o Grupo considera de acordo com as suas políticas e princípios.

“Os discursos de ódio e as notícias falsas ameaçam debilitar os princípios de respeito e confiança que mantêm as comunidades unidas. A Vodafone assume um forte compromisso com a diversidade e a inclusão; damos também muito valor à integridade dos processos e das instituições democráticas, que são frequentemente os alvos dos veiculadores das notícias falsas. Não podemos aceitar que a nossa marca esteja associada a este tipo de conteúdos abusivos e perniciosos”, afirmou, em comunicado, Vittorio Colao,  CEO do Grupo Vodafone.

Além disso, a empresa refere que irá rever as medidas e controlos regularmente, em conjunto com a sua rede de agências a nível global, a fim de garantir que a seleção para a lista branca é equilibrada. A Vodafone não quer que a mesma seja demasiado restritiva nem deixe passar canais que violem as suas regras.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor