VMware estende operações em parceria com China Telecom

Cloud

A VMware anunciou que vai embarcar numa parceria com a China Telecom, procurando assim expandir a sua influência na República Popular da China, numa altura em que são várias as empresas tecnológicas norte-americanas no país que estão a ser flageladas pelo governo chinês, reflexo do acumular de tensões nas relações sino-americanas. Desta forma, a empresa

A VMware anunciou que vai embarcar numa parceria com a China Telecom, procurando assim expandir a sua influência na República Popular da China, numa altura em que são várias as empresas tecnológicas norte-americanas no país que estão a ser flageladas pelo governo chinês, reflexo do acumular de tensões nas relações sino-americanas.

China Telecom

Desta forma, a empresa sediada em Silicon Valley disse hoje que vai, conjuntamente com a China Telecom, desenvolver uma plataforma de cloud híbrida que será operada pela empresa estatal chinesa, a maior provedora de serviços cloud na China.

As plataformas de cloud híbrida podem ser utilizadas para associar infraestruturas privadas, como centros de dados on-premises, a serviços públicos de cloud.

Múltiplos fornecedores norte-americanos de hardware e de software têm testemunhado quebras acentuadas nas suas vendas chinesas, depois de ano passado as revelações de Edward Snowden terem disferido um golpe esmagador na confiança do resto do mundo face aos Estados Unidos.

Não obstante, Pat Gelsinger, diretor executivo da VMware, afirmou que ao vender os seus produtos através da China Telecom, a tecnológica norte-americana poderá mais facilmente operar os seus negócios na China e conquistar a confiança dos utilizadores.

O CEO acrescentou que a parceria com a China Telecom deverá transparecer que a VMware não se importa de comercializar os seus produtos sob a marca da empresa chinesa.

A californiana, cujos 80 po cento são detidos pela EMC, vai disponibilizar os programas que serão operados pela China Telecom, que intentará, desta maneira, vender os serviços de cloud híbrida a médias e grandes empresas, e também a departamentos governamentais chineses, num dos mercados com a maior taxa de crescimento.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor