Virtualização de servidores continua a crescer na EMEA

CloudData-StorageVirtualização

De acordo com o estudo ‘EMEA Quarterly Server Virtualization Tracker’ da IDC, no último trimestre de 2013, 33% das remesssas de novos servidores na região da EMEA eram virtualizados, o que significa que se registou um pequeno crescimento em relação aos 30% verificados no 4º trimestre de 2012. As remessas de servidores físicos apresentaram um

De acordo com o estudo ‘EMEA Quarterly Server Virtualization Tracker’ da IDC, no último trimestre de 2013, 33% das remesssas de novos servidores na região da EMEA eram virtualizados, o que significa que se registou um pequeno crescimento em relação aos 30% verificados no 4º trimestre de 2012. As remessas de servidores físicos apresentaram um resultado flat, decrescendo 0,3% year-on-year e totalizando 606.400 unidades.

Atos

O estudo destaca igualmente que, neste trimestre, as licenças de virtualização tiveram um crescimento anual de 12%, enquanto as receitas relacionadas com software de virtualização subiram 14,2% na EMEA, totalizando 456,3 milhões de dólares.

“Embora o mercado de hardware de servidores esteja a estagnar, continuam a registrar-se esforços na virtualização nesta região”, refere Andreas Olah, research analyst do Enterprise Server Group da IDC EMEA. “Muitos negócios pequenos já abraçaram estas tecnologias e o tema da virtualização está a ganhar maturidade. Isso é visível pelo facto de que a discussão nas organizações europeias mudou das abordagens iniciais que se focavam essencialmente na escolha de um hypervisor para as ferramentas de gestão e automação que deixam as máquinas virtuais deslocar-se sem problemas entre servidores e até entre clouds num modelo híbrido”, acrescenta.

“Os fabricantes líderes na virtualização estão a incentivar agressivamente as suas abordagens holísticas que incluem várias ferramentas e links para as suas próprias ofertas de cloud, como, por exemplo, a VMware com o seu modelo de software-defined datacenter com o vCloud Hybrid Service e a Microsoft com o seu Cloud OS Framework. Embora os clientes se sentissem inicialmente esmagados pela complexidade destas abordagens, as suas propostas de valor começam a ser cada vez mais facilmente compreendidas, o que conduz a uma adopção maior deste tipo de soluções holísticas”, conclui o responsável.

No que diz respeito a quotas de mercado na região da EMEA, a VMWare lidera com 52%, seguida da Microsoft com 33% e da Citrix com 5%.

13620686965_5648f9b057


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor