Virtru recebe financiamento para sistemas de encriptação

Data-StorageSegurança

A startup norte-americana Virtru, especializada em software de encriptação de dados digitais, comunicou que conseguiu arrecadar seis milhões de dólares, disponibilizados pela firma de investimentos de risco Bessemer Venture Partners, e que suportará a materialização de uma estratégia que visa responder às crescentes exigências por parte os utilizadores e de várias empresas do setor da

A startup norte-americana Virtru, especializada em software de encriptação de dados digitais, comunicou que conseguiu arrecadar seis milhões de dólares, disponibilizados pela firma de investimentos de risco Bessemer Venture Partners, e que suportará a materialização de uma estratégia que visa responder às crescentes exigências por parte os utilizadores e de várias empresas do setor da Internet que demandam uma maior firmeza do controlo sobre os seus dados que navegam no oceano digital, evitando assim ataques cibernéticos e espionagem governamental.

encriptação

Sediada na capital norte-americana, Washington, a startup Virtru, cuja equipa integra antigos funcionários da divisão de criptologia da infame Agência de Segurança Nacional (NSA), desenvolve software de ciberencriptação que visa mitigar a complexidade inerente aos sistemas de salvaguarda da confidencialidade dos conteúdos das mensagens de correio eletrónico.

Contrariamente aos convencionais e obsoletos programas de encriptação que exigem um vasto conhecimento técnico para a sua devida instalação e operação, as soluções criadas pela Virtru estendem-se a uma série de serviços, como os da Google, da Yahoo!, da Microsoft e da Apple, permitindo que, facil e eficazmente, os próprios utilizadores assegurem a privacidade dos seus emails.

A premência por sistemas de codificação digital acessíveis a todos os cidadãos digitais tem vindo a aumentar nos últimos tempos, adquirindo um especialmente elevado nível no encalço das revelações feitas pelo delator e ex-NSA Edward Snowden, que trouxera à luz do dia operações duvidosas e de legitimidade questionável que tencionavam espiar as comunicações digitais dos utilizadores.

Há poucos meses, Snowden advogara que a encriptação é uma poderosa ferramenta que, devidamente aplicada, ajuda a expelir olhares indevidamente curiosos dos dados pessoais dos utilizadores.

Este investimento da Bessemer Venture Partners na Virtru alinha-se com uma multiplicidade de outras apostas na área da encriptação, que no mês passado valeu à Silent Circle, uma outra empresa de encriptação, um financiamento de 30 milhões de dólares.

Um dos entraves que tem vindo a boicotar a difusão massificada das tecnologias de encriptação de dados digitais prende-se com a complexidade de utilização dos programas, um fator que, segundo David Cowan, parceiro da Bessemer, abona a favor da Virtru, uma vez que as suas soluções primam pela facilidade de operação, tornando-os, desta forma, acessíveis a todos.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor