VimpelCom nomeia CEO depois de saída de Jo Lunder

Negócios

Jo Lunder abandona as funções enquanto CEO da operadora russa VimpelCom deixando o cargo para Jean-Yves Charlier, antigo CEO da SFR. A mudança surge numa altura em que a operadora enfrenta dificuldades nos seus principais mercados de atuação. A VimpelCom anunciou a saída do seu CEO Jo Lunder, que ocupava este cargo há quatro anos

Jo Lunder abandona as funções enquanto CEO da operadora russa VimpelCom deixando o cargo para Jean-Yves Charlier, antigo CEO da SFR. A mudança surge numa altura em que a operadora enfrenta dificuldades nos seus principais mercados de atuação.

business man engineer in data center server room

A VimpelCom anunciou a saída do seu CEO Jo Lunder, que ocupava este cargo há quatro anos e que cumprirá, agora, apenas funções de conselheiro da administração. No entanto, o novo CEO só poderá contar com o apoio de Lunder até julho, data em que este deverá dedicar-se ao setor dos investimentos.

A partir de abril, Jean-Yves Charlier desempenha o papel de Chief Executive Officer, deixando para trás a mesma posição na operadora francesa SFR. Na VimpelCom, Charlier enfrentará desafios mais complexos já que a empresa encontra-se numa fase difícil graças à situação política instável entre a Ucrânia e a Rússia, o principal mercado desta operadora que tem a sua sede em Amesterdão.

A juntar-se ao cenário de guerra iminente nestes dois países, encontra-se a queda da receita no segunda região mais importante para a russa VimpelCom, a Itália cujas restrições e concorrência levou a resultados dececionantes. Os valores relativos ao último trimestre de 2014 foram, na generalidade, negativos e aquando da sua apresentação, Jo Lunder havia afirmado que a expetativa para 2015 não era elevada, esperando-se um ano igualmente conturbado para a operadora que é considerada a sexta maior do universo das telecomunicações.

Em comunicado, Alexey Reznikovich, chairman da VimpelCom garante que “Jean-Yves é a pessoa ideal para liderar a empresa na próxima fase do seu desenvolvimento e neste preciso momento de oportunidade de mercado, à medida em que entramos no mundo digital focando na melhoria da relação com os clientes”. Reznikovich salienta ainda a experiência do recém-nomeado CEO na capacidade de responder às necessidades digitais, de “entretenimento e comunicações dos consumidores onde quer que vivam ou trabalhem”.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor