Vídeo PaaS vai transformar apps e negócios, diz IDC

Cloud

A chegada de comunicações vídeo em plataforma como serviço (PaaS) irá transformar uma grande variedade de aplicações e processos de negócio, diz um novo estudo da IDC.

A consultora prevê que só nos Estados Unidos o mercado de vídeo PaaS cresça de 60 milhões de dólares em 2016 para 1,7 mil milhões em 2020, uma taxa de crescimento anual de cerca de 130%.

O vídeo PaaS facilita o trabalho dos programadores, que poderão embeber vídeo em tempo real nas aplicações móveis, websites ou processos de negócio. Esse segmento tem o potencial de gerar “milhões” de aplicações de comunicação em vários nichos.

“O mercado de video PaaS consiste atualmente de uma miscelânea de casos individuais de uso e aplicações especializadas”, explica Mark Winther, vice-presidente e parceiro de consultoria do grupo de Worldwide Telecommunications da IDC. “Mas a oportunidade do vídeo PaaS não está limitada a uma única solução para uma procura específica de uma indústria. Como torna super fácil embutir vídeo em qualquer aplicação, os programadores podem construir o que quiserem e melhorarem as interações B2C e B2B existentes através de uma plataforma visual uniforme.”

Os programadores web poderão usar a linguagem de programação que preferirem, desenhar um protótipo em horas e lançar o sistema em produção em poucos dias. O vídeo PaaS capitaliza no poderio económico da nuvem, representando um custo mais baixo quando comparado com soluções de vídeo implantadas fisicamente na empresa. Isso significa que não existem custos de software ou hardware imediatos, nem contratos, compromissos ou pagamento de subscrição. O pagamento baseia-se na utilização.

A IDC considera que há três categorias de aplicações e dez verticais em que a tecnologia irá crescer. Uma delas é a de comunicações e colaborações, a mais óbvia, mas também de vendas no retalho assistidas por vídeo, banca e telesaúde. Há também o suporte ao cliente, seguradoras e serviço a produtos eletrónicos e eletrodomésticos. Numa primeira fase, a educação e os media serão a maior categoria.

O estudo da IDC, Video Communications Platform as a Service, será publicado integralmente em breve. O objetivo é definir os contornos do mercado e fazer previsões para os próximos cinco anos, além de fornecer uma lista dos provedores desse serviço.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor