Verizon reúne-se para decidir negócio da Vodafone

EmpresasNegóciosOperadoresRedes

A Verizon Communications marcou uma reunião de acionistas para 28 de janeiro para votar a aquisição a percentagem do grupo Vodafone na wireless joint venture no valor de 13 mil milhões de euros. A empresa vai perguntar aos investidores se aprovam a emissão de 1,28 mil milhões de ações para completar a transação. A empresa

A Verizon Communications marcou uma reunião de acionistas para 28 de janeiro para votar a aquisição a percentagem do grupo Vodafone na wireless joint venture no valor de 13 mil milhões de euros.

Verizon_Wireless_storeA empresa vai perguntar aos investidores se aprovam a emissão de 1,28 mil milhões de ações para completar a transação. A empresa espera fechar o negócio no primeiro trimestre de 2014.

A empresa baseada em Nova York procura tomar o controlo de toda a unidade numa aposta que os consumidores norte-americanos vão aumentar o uso de smartphones e tablets, tendo uma maior procura de dados wireless. A transação vai acabar com uma parceria de 14 anos com a Vodafone, passando a operar a maior e mais lucrativa operadora dos Estados Unidos.

O negócio foi anunciado em setembro, com a Verizon a anunciar que queria comprar os 45 por cento da Vodafone na joint venture. Para ajudar a compra, a Verizon vendeu 49 mil milhões de dólares em obrigações, a maior oferta de dívida da empresa até ao momento.

Ao deter cem por cento da Verizon Wireless, a empresa vai manter para si todos os lucros e ter mais liberdade para fazer upgrades às suas redes mobile.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor