Vendas de iPad continuam em queda livre

Negócios

A Apple viu uma vez mais as vendas do iPad tropeçarem numa tendencialmente esbatida procura pelos seus tablets, tendo no seu terceiro trimestre fiscal apenas vendido 13,3 milhões destes dispositivos, ao passo que no trimestre anterior vendera 14,5 milhões. A propensão que se havia evidenciado nas vendas do segundo trimestre fiscal da Apple voltaram a

A Apple viu uma vez mais as vendas do iPad tropeçarem numa tendencialmente esbatida procura pelos seus tablets, tendo no seu terceiro trimestre fiscal apenas vendido 13,3 milhões destes dispositivos, ao passo que no trimestre anterior vendera 14,5 milhões.

apple ipad

A propensão que se havia evidenciado nas vendas do segundo trimestre fiscal da Apple voltaram a cicatrizar os resultados neste terceiro período.

Se em 2013 a tecnológica californiana havia conseguido exceder os 14,5 milhões de iPads vendidos, no terceiro trimestre fiscal deste ano deixou-se ficar pelos 13,276 milhões.

A salvação da Apple foi o aumento das vendas de iPhones e de computadores Macintosh, um incremento de 13 por cento e de 18 por cento, respetivamente, que fizeram com que a empresa tivesse conseguido encerrar este terceiro trimestre fiscal com 7,75 mil milhões de dólares em lucro, um salto de 12 por cento comparativamente ao período homólogo de 2013.

Apesar de Tim Cook mostrar-se confiante relativamente a aprimoradas versões do seu sistema operativo e ao desenvolvimento, e consequente lançamento, de novos produtos, a nuvem negra da dúvida continua a pairar sobre a tecnológica: conseguirá a Apple mitigar as quebras nas vendas de iPads que tem vindo a sofrer, ou ver-se-á obrigada a abrir mão de algum dos seus negócios?


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor