Vendas da Xiaomi quatruplicaram na primeira metade do ano

MobilidadeNegóciosSmartphones

A tecnológia Xiaomi revelou hoje que as suas remessas de smartphones quase que quadruplicaram nos últimos seis meses, superando o volume de dispositivos vendidos pela empresa em 2013. A fabricante chinesa de smartphones, que com apenas quatro anos eclipsa a Apple na China, na primeira metade deste ano vendeu 26 milhões de dispositivos quase quatro

A tecnológia Xiaomi revelou hoje que as suas remessas de smartphones quase que quadruplicaram nos últimos seis meses, superando o volume de dispositivos vendidos pela empresa em 2013.

xiaomi

A fabricante chinesa de smartphones, que com apenas quatro anos eclipsa a Apple na China, na primeira metade deste ano vendeu 26 milhões de dispositivos quase quatro vezes mais aparelhos que no período homólogo do ano passado, de acordo com o porta-voz da empresa de Pequim Tony Wei.

Assim, dado o bastante significativo aumento do número de vendas, a Xiaomi conseguiu embolsar 5,3 mil milhões de dólares, valor este que é mais do dobro dos lucros de vendas registados em 2013.

No último mês de abril, a fabricante de smartphones estabeleceu o objetivo de em 2015 potenciar as vendas e, consequentemente, as remessas, tencionando, desta forma, chegar aos cem milhões de unidades, tendo em consideração que a Xiaomi está a libertar-se dos grilhos do mercado chinês e ansiosa por fincar as garras numa dezena de novos mercados, dos quais fazem parte o indiano, o brasileiro e o russo.

Em agosto, a Xiaomi fora avaliada em dez mil milhões de dólares, depois de uma generosa vaga de financiamentos de que foi alvo.

Neste primeiro trimestre, a empresa foi considerada a terceira maior vendedora de smartphones na China e a sexta maior em termos globais, segundo com as estimativas avançadas pela consultora Canalys.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor