Vendas da Apple na China aumentam e lucros disparam

Negócios

Os lucros da Apple subiram 33 por cento no primeiro trimestre de 2015, e as receitas atingiram os 58 mil milhões de dólares. Estes resultados foram potenciados pelo reforço significativo das operações da empresa na China, onde, pela primeira vez, as vendas de iPhones superaram as do mercado norte-americano. A Apple está a começar o

Os lucros da Apple subiram 33 por cento no primeiro trimestre de 2015, e as receitas atingiram os 58 mil milhões de dólares. Estes resultados foram potenciados pelo reforço significativo das operações da empresa na China, onde, pela primeira vez, as vendas de iPhones superaram as do mercado norte-americano.

china apple

A Apple está a começar o ano com o pé direito. Quase dois meses após ter lançado o seu primeiro wearable e smartwatch, a Apple está a registar um forte crescimento da sua presença no mercado chinês, onde as suas receitas subiram 71 por cento, atingindo os 16,8 mil milhões de dólares, graças ao aumento das vendas do iPhone.

Os lucros líquidos no primeiro trimestre deste ano chegaram aos 13,6 mil milhões de dólares, a par de um aumento de 27 por cento das receitas.

Neste período, a Apple vendeu 61,2 milhões de iPhones, um aumento de 40 por cento face aos mesmos três meses de 2014. Por outro lado, a venda de iPads caiu 23 por cento comparativamente ao ano passado, registando 12,6 milhões de dispositivos vendidos.

A crescente procura pelos iPhone 6 e 6 Plus evidencia que o mercado dos smartphones com ecrãs mais amplos poderá ser um mar repleto de peixes, e a Apple já lançou a sua rede.

Quanto ao Apple Watch, o seu primeiro novo dispositivo em cinco anos, a empresa de Cupertino acredita que será um produto com bastante força no mercado. Contudo, poderá pensar-se que a Apple falhou redondamente no lançamento do relógio inteligente, depois de ter ficado claro que não conseguia equilibrar a procura e a oferta, desiludindo muitos aficionados da marca da maçã mordida. Não obstante, a Apple acredita que, para além de ser um novo produto, o Watch é uma nova categoria que fortalecerá ainda mais o negócio da empresa.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor