Utilizadores da Visa finalizam mais compras online do que os do PayPal

e-Commercee-Marketinge-Payment

A Visa disse que é muito mais provável que os clientes dos seus serviços de pagamentos online finalizem uma transação do que os utilizadores do rival PayPal. Esta conclusão é suportada por uma investigação conduzida pela consultora ComScore.

Os dados recolhidos indicam que 66 por cento dos clientes do serviço Visa Checkout, que permite guardar os dados bancários sem que seja exigida a sua reintrodução aquando de cada compra, finaliza as suas transações. Por seu lado, o Express Checkout, o serviço da PayPal que rivaliza com o da Visa acima referido, regista uma taxa de conclusão das transações de 49 por cento.

De acordo com a Reuters, a PayPal disse que ainda não tomou conhecimento do levantamento realizado pela ComScore.

Anuj Nayar, diretor sénior da área de comércio de próxima geração do PayPal, disse à agência britânica que a empresa lançou um serviço chamado PayPal One Touch, que pretende facilitar a utilização do sistema de pagamentos online, em qualquer dispositivo.

Os analistas acreditam que uma das razões que está na raiz das reduzidas taxas de conclusão de compras ou outras transações online prende-se com o facto de ser pedido que o utilizador coloque os seus dados de cada vez que quer efetuar um pagamento. Este processo maçador leva muitas pessoas a colocar à margem este método.

O vice-presidente sénior da divisão de soluções digitais da Visa, Sam Shrauger, acredita que, à medida que os ecrãs dos dispositivos diminuem, sejam tablets, smartphones ou algum género de wearable, menor será a probabilidade de finalização de transações online, visto que ecrãs pequenos dificultam a introdução de dados. Citado pela Reuters, o responsável disse que 60 por cento dos utilizadores, que efetuam compras através de um PC, finalizam o processo. Nos tablets, esta percentagem mirra para os 45 por cento, e nos smartphones desce até aos 20 por cento.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor