Universidade de Coimbra investe em I&D

Negócios

A Universidade de Coimbra anunciou que vai reforçar I&D com um investimento de dez milhões de euros. Este investimento vai servir para instalar na universidade um conjunto de plataformas tecnológicas. É hoje inaugurada a plataforma de Ressonância Magnética Nuclear, sendo esta a primeira de várias estruturas tecnológicas inseridas no forte investimento da instituição em I&D. Esta primeira

A Universidade de Coimbra anunciou que vai reforçar I&D com um investimento de dez milhões de euros. Este investimento vai servir para instalar na universidade um conjunto de plataformas tecnológicas.

imagem-da-universidade-de-coimbra-7É hoje inaugurada a plataforma de Ressonância Magnética Nuclear, sendo esta a primeira de várias estruturas tecnológicas inseridas no forte investimento da instituição em I&D.

Esta primeira plataforma resulta da fusão dos laboratórios de ressonância magnética do departamento de Química e do Centro de Neurociências e Biologia Celular da instituição.

“A Ressonância Magnética Nuclear é uma metodologia de ponta para a caracterização estrutural e dinâmica de moléculas e assume um papel central no desenvolvimento científico e tecnológico de um vasto número de áreas”, explica a UC em comunicado.

Segundo a universidade, as novas plataformas foram desenhadas com o objetivo de maximizar oportunidades para os investigadores da instituição, mas também por investigadores de outras instituições públicas e privadas da região, tendo em vista a promoção de sinergias.

Na apresentação do projeto, a UC irá desvendar mais detalhes relativamente às restantes plataformas em desenvolvimento, que completam o investimento anunciado de dez milhões de euros.

Este investimento é maioritariamente suportado no Programa Mais Centro, do Quadro de Referência Estratégico Nacional.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor