Universidade Católica Porto aposta na formação curricular centrada na recuperação de empresas

CiênciaEmpresasInovaçãoInvestigação
0 0 Sem Comentários

Durante o mês de maio, a Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa do Porto lança uma nova edição do curso intensivo em Reestruturação e Recuperação de Empresas. A formação proporciona uma componente científica e teórica e, ainda, uma visão prática dos processos judiciais, associados ao processo de reestruturação e recuperação empresarial.

De acordo com o comunicado de imprensa, o curso concilia o conhecimento aprofundado de professores universitários com a experiência de especialistas na área do Direito (magistrados, consultores, advogados e administradores judiciais). O mesmo conta com um corpo docente em que se destacam nomes como os de Ana Paula Boularot e Júlio Gomes, juízes conselheiros do Supremo Tribunal de Justiça ou de José Manuel Branco, procurador da República.

A formação avançada em Reestruturação e Recuperação de Empresas possibilita, ainda, o acesso a um programa que oferece competências que envolvem uma ótica multidisciplinar – jurídica, fiscal, financeira, económica e contabilística –, o que permite que o processo de análise de uma reestruturação seja o mais completo possível. O estudo concreto da realidade, a discussão de casos práticos e a partilha de experiências entre formadores e formandos são outras das mais-valias do curso.

Com uma abordagem focada maioritariamente no Processo Especial de Revitalização (PER), no Sistema de Recuperação de Empresas por Via Extrajudicial (SIREVE) e no Processo de Insolvência, a formação distingue-se pelo plano curricular do qual fazem parte módulos dedicados ao fenómeno e efeitos da insolvência. O papel da gestão e do administrador judicial, a visão económica e jurídica da insolvência, as alterações recentes da jurisprudência em sede de PER ou as questões fiscais e contabilísticas associadas à reestruturação e recuperação de empresas são outras das áreas em destaque no curso.

Nesta segunda edição do curso será feita, ainda, uma abordagem especial às alterações legislativas dos mecanismos de recuperação de empresas, que entrarão em vigor a 1 de julho de 2017. A formação – que decorre nos sábados entre 6 de maio e 23 de junho, das 9h00 às 11h00 – é dirigida a executivos de fundos de investimento, a responsáveis pela reestruturação e recuperação, consultores e auditores, profissionais da área do contencioso e da banca de investimento, advogados, administradores judiciais e magistrados.

As candidaturas estão abertas e podem ser realizadas aqui


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor