Unisys apresenta receitas do primeiro semestre de 2017

EmpresasFinançasNegóciosSegurançaSoftware

A Unisys, empresa global de tecnologia da informação, divulgou ter tido 665 milhões de dólares (cerca de 610 milhões de euros) como resultado financeiro global correspondente ao primeiro trimestre fiscal, terminado a 31 de março de 2017.

Em relação à margem de lucro operacional, este ano foi de 0.4%, em comparação aos 4.1% do primeiro trimestre de 2016, o que representa uma melhoria de 370 pontos-base em relação ao mesmo período do ano anterior.

Destaca-se o crescimento de 41% do EBITDA ajustado (NON-GAAP) na comparação com o período homólogo do ano anterior. Também o Valor Total de Contratos – TCV – Total Contract Value teve um crescimento de 26% no trimestre, na mesma base de comparação. 

Houve uma redução de dois pontos percentuais em moeda constante, para 585 milhões de dólares (aproximadamente 537 milhões de euros) nas receitas com Serviços, que representam 88% da faturação total do primeiro trimestre.

Sobre as receitas com Tecnologia, correspondente a 12% dos negócios, as mesmas cresceram sete pontos percentuais em relação ao período homólogo do ano anterior, para 79 milhões de dólares (cerca de 72 milhões de euros) também em moeda constante.

Registou-se, ainda, um aumento de 5.9% nos negócios onde a Unisys possui maior expertise e propriedade  intelectual, tais como Justice, Law Enforcement and Border Security; Travel and Transportation; Life Sciences and Healthcare; Commercial and Retail Banking, que em conjunto representaram 43% de todo o lucro gerado no primeiro trimestre de 2017.

“Os nossos resultados do primeiro trimestre indicam um progresso contínuo em relação aos nossos objetivos estratégicos e financeiros, incluindo a expansão da margem e a melhoria das tendências de receita por meio de nossa estratégia orientada por verticais de indústria”, explicou Peter Altabef, Presidente e CEO da Unisys. “Pretendemos seguir empenhados com foco e disciplina financeira durante o que falta do ano, mas estamos satisfeitos com o forte desempenho nesse início de 2017”, concluiu.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor