Um ano de mudança de acionista

Negócios

O ano de 2014 foi particularmente importante para a Dimension Data. A empresa mudou de acionista, tendo comprado a NextiraOne. Com esta aquisição, surgiu a Dimension Data em Portugal, reforçando a sua posição de mercado enquanto integrador de soluções de Tecnologias de Informação e Comunicação. “Com a mudança de acionista, foi claramente um ano de

O ano de 2014 foi particularmente importante para a Dimension Data. A empresa mudou de acionista, tendo comprado a NextiraOne. Com esta aquisição, surgiu a Dimension Data em Portugal, reforçando a sua posição de mercado enquanto integrador de soluções de Tecnologias de Informação e Comunicação.

pedro-mourao, dimension data
Pedro Morão, business development & marketing director

“Com a mudança de acionista, foi claramente um ano de transição para a Dimension Data em Portugal. Passámos a incluir um grupo de dimensão global, com um portfólio mais abrangente de soluções e serviços, e houve necessidade de adaptação a novos processos e a uma nova cultura de empresa”, revelou Pedro Morão, business development & marketing director.

Numa perspetiva de negócio, a empresa admite um desempenho ligeiramente acima do ano anterior, o que, tendo em conta a situação de mercado e as referidas mudanças internas, “pode ser considerado como positivo”, explica.

Para resultado positivo, e para além das soluções core como a infraestrutura de rede e comunicações unificadas, o maior crescimento de volume de negócios veio das áreas de data centres e segurança de TI, “onde temos feito uma aposta significativa na aquisição de competências e push no mercado. Também, a nossa oferta de serviços tem vindo a crescer, tanto na área consultiva como em serviços geridos”.

De resto, segundo Paulo Morão, 2014 foi muito semelhante a 2013, já que a empresa continuou a assistir a ciclos de tomada de decisão longos, com os clientes a ponderarem muito bem os investimentos a realizar em tecnologias de informação e comunicação, tentando sempre garantir a existência de claros benefícios para o negócio em cada decisão de investimento.

E como qualquer organização que funciona num mercado de elevado dinamismo e competitividade, “gostaríamos de ter apresentado um crescimento mais significativo do nosso volume de negócios”.

Por tudo isto, o executivo acredita que 2015 será um ano muito relevante já que será o primeiro ano completo sob a égide Dimension Data. “Temos objetivos de crescimento muito ambiciosos, tendo para tal reforçado significativamente a equipa comercial, de consultoria de pré-venda e técnica. Para além disso, temos acesso a um portfólio de soluções e serviços mais vasto, o que nos permitiu reforçar a nossa presença nas áreas de data centre, cloud e segurança de TI”.

Para já, como grandes desafios apresenta-se a incerteza do ambiente macroeconómico. “A recuperação económica do país parece encaminhada, mas o impacto da redução do preço do petróleo em alguns dos nossos mercados destino de exportações, o crescimento anémico na Europa, assim como um eventual atraso na retoma do investimento público, podem colocar em causa a referida recuperação”.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor