UCaaS deverá ter taxa de crescimento de 24,8 por cento

CloudNegócios

De acordo com um estudo da consultora MarketandMarkets, o mercado mundial de UCaaS vai registar uma taxa de crescimento anual de 24,8 por cento até 2018. Dos atuais 2,52 mil milhões de dólares (1,85 mil milhões de euros), a UCaaS deverá passar para os 7,62 mil milhões de dólares (5,59 mil milhões de euros). O

De acordo com um estudo da consultora MarketandMarkets, o mercado mundial de UCaaS vai registar uma taxa de crescimento anual de 24,8 por cento até 2018.

Business Growth_1Dos atuais 2,52 mil milhões de dólares (1,85 mil milhões de euros), a UCaaS deverá passar para os 7,62 mil milhões de dólares (5,59 mil milhões de euros).

O aumento do número de empresas que escolhem este modelo deve-se muito ao facto de as comunicações unificadas as-a-service ajudarem a reduzir custos, permitindo que as organizações escalem as suas comunicações facilmente e de forma eficaz.

“Se no passado este tipo de soluções estava apenas ao alcance das grandes organizações, hoje em dia, com a emergência dos modelos de cloud computing, as PME têm acesso às mesmas tecnologias que as grandes organizações, com total elasticidade e flexibilidade no consumo dos serviços, quer ao nível da subscrição e do aprovisionamento, que podem aumentar ou diminuir consoante as necessidades, quer ao nível dos custos, em que o cliente paga apenas aquilo que utiliza com base em mensalidades”, refere o responsável da Microsoft, Paulo Calado.

Já para Pedro Quintela, administrador da Linkcom, a cloud deve ser utilizada quando na fase de arranque do negócio se pretenda criar uma infraestrutura em poucos dias e com custos de setup baixos. “É útil para parques de pequena dimensão que decidam externalizar num único operador todas as funções de comunicação, desde a voz móvel à fixa, todos os dados e todas as ferramentas de colaboração”, afirma.

Pedro Silva, gestor de produto da NextiraOne, diz que existem alguns aspetos que deverão ser acautelados quando se equacionam soluções em cloud, no que diz respeito à segurança e à integração com aplicações.

“Podemos afirmar que as soluções em cloud apresentam benefícios significativos mas também algumas limitações, pelo que as organizações deverão socorrer-se dos seus fornecedores de soluções e serviços de TIC para que os aconselhem sobre o melhor caminho a seguir”, refere o responsável.

O product sales specialist da Cisco Systems, Miguel Louzeiro, diz que o modelo de cloud computing mudou o panorama das comunicações unificadas, proporcionando benefícios importantes de flexibilidade e poupança de custos. “De qualquer modo, é importante destacar que nenhuma aproximação única responde a todas as necessidades, e é por isso que nós, os fornecedores, devemos disponibilizar múltiplas opções, do on-premise à cloud híbrida”, assegura o responsável.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor