Ubuntu OS chegará este ano em telemóveis da bq e Meizu

MobilidadeNegócios

Depois do fracasso da Canonical no mercado móvel, o Ubuntu será integrado em smartphones de Meizu e bq este ano, e poderá ser implementado e mais duas marcas mais para o fim de 2015. A Canonical está finalmente pronta para entrar no mercado de telecomunicações móveis, depois do fracasso do seu telemóvel baseado no sistema

cintillo-mwc2014

Depois do fracasso da Canonical no mercado móvel, o Ubuntu será integrado em smartphones de Meizu e bq este ano, e poderá ser implementado e mais duas marcas mais para o fim de 2015.

ubuntu meizu

A Canonical está finalmente pronta para entrar no mercado de telecomunicações móveis, depois do fracasso do seu telemóvel baseado no sistema operativo Ubuntu, que supostamente não conseguiu o financiamento de crowdfunding que a empresa precisava. A empresa fechou os dois primeiros acordos com fabricantes de telemóveis: Meizu e bq lançarão os primeiros smartphones com o Ubuntu OS.

Espera-se que os pormenores da data de lançamento, preço e caraterísticas destes telemóveis inteligentes que se basearam no sistema operativo de código aberto Linux estão ainda por determinar, cheguem durante a celebração do Mobile World Congress, que começa este fim-de-semana em Barcelona. De qualquer modo, de acordo com a Engadget, os telemóveis da Meizu e bq baseados no SO Ubuntu chegarão antes do final deste ano.

Mark Shuttleworth, fundador da Canonical, não revelou nenhum segredo do futuro do sistema operativo baseado no Linux, pelo que se diz que mais dois fabricantes lançarão smartphones no mercado em 2015.

A Meizu destaca que é uma marca com um bom posicionamento na China, enquanto a BQ Reader tem presença em Espanha. Shuttleworth disse que estas empresas foram selecionadas devido à sua capacidade para o lançamento de telemóveis em mercados específicos, adaptando as suas caraterísticas estes segmentos comerciais.

O próximo grande desafio será atrair criadores de programas para o ecossistema do Ubuntu OS. Shuttleworth disse que a Canonical aspira a ter as melhores 50 aplicações móveis para Ubuntu até ao final do ano. Agora, grandes nomes como Evernote, LastPass e Grooveshark já estiveram em alta.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor