Uber usa selfies para logar motoristas no sistema

AppsMobilidadeSegurança
0 0 Sem Comentários

O Real Time ID Check exige que o motorista faça uma selfie antes da entrada online na app para apanhar passageiros. Esta é uma medida de segurança para evitar fraudes.

A Uber vai usar a plataforma de serviços cognitivos da Microsoft (Cognitive Services) para acrescentar mais uma camada de segurança ao seu serviço. A ideia é evitar fraudes e garantir que o motorista que está a usar a app é a pessoa registada na base de dados da empresa.

Trata-se do Real-Time ID Check, que exige que o motorista tire periodicamente uma selfie para ser autenticado no sistema antes de apanhar passageiros. Isso acontecerá algumas vezes ao dia. A imagem é cruzada com a foto registada na base de dados da Uber e, se por duas vezes a imagem não corresponder com os registos do motorista, a conta é suspensa temporariamente para averiguação.

Segundo a Uber, testes realizados nos últimos meses mostraram que a maioria das fotos que não coincidiram com as do perfil apresentaram problemas de qualidade. “Em mais de 99% dos casos, a identidade do motorista foi confirmada”, alega a empresa.

Outras tecnologias que também estão a ser exploradas pela equipa de Global Safety da Uber, como o uso de GPS e funcionalidades já integradas no smartphone (como acelerómetro) para detectar e prevenir condução perigosa monitorizando a aceleração exagerada ou travagens bruscas.

A autenticação por selfie começou a ser implementada na sexta-feira, 23, em algumas cidades dos Estados Unidos.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor