Uber suspende programa de carros autónomos

EmpresasInovação
0 0 Sem Comentários

Depois do acidente no Arizona nos Estados Unidos da América, a Uber suspendeu o seu programa piloto de veículos sem motorista. A decisão, por parte da empresa de serviços de transporte de passageiros, refere que o programa está dependente dos resultados da investigação das autoridades locais.

Em declarações à Reuters, o porta voz do departamento policial afirma que apesar de não ter havido feridos, o acidente aconteceu quando o condutor do segundo veículo envolvido não deu prioridade ao carro da Uber.

É de recordar que a Uber divulgou o programa piloto em Pittsburgh, no ano passado. Na conferência de imprensa, admitiram que os carros sem condutor “precisam de intervenção humana em várias ocasiões, das quais incluem condições climatéricas adversas”. Um porta-voz da empresa referiu ainda que a nova tecnologia tem o “potencial para reduzir acidentes nas estradas norte-americanas.”

Não é a primeira vez que um veículo deste tipo está envolvido numa colisão. Em 2016, durante uma ocasião em que o carro estava em modo de piloto automático, um condutor da modelo S da Tesla Motors faleceu num embate com um camião em Williston, Flórida. No mesmo ano um condutor da Alphabet Inc da Google sofreu um acidente de viação em Mountain View na California, quando atingiu um autocarro, na tentativa de contornar um obstáculo.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor