Uber celebra 5º aniversário

Negócios

Fundada no mês de Junho de 2010, em São Francisco, a Uber celebra o seu 5º aniversário com a presença em 312 cidades de 57 países de todo o mundo. Isto apesar da forte contestação que este conceito tem vindo a sofrer em alguns países, nomeadamente Portugal, onde um tribunal de Lisboa deu razão aos taxistas e proibiu

Fundada no mês de Junho de 2010, em São Francisco, a Uber celebra o seu 5º aniversário com a presença em 312 cidades de 57 países de todo o mundo. Isto apesar da forte contestação que este conceito tem vindo a sofrer em alguns países, nomeadamente Portugal, onde um tribunal de Lisboa deu razão aos taxistas e proibiu a actividade da empresa. Mas a verdade é que já passou mais de um mês e a Uber continua activa, alegando não ter sido visada na acção judicial e não prestar um serviço de táxi. 

uber

Mas voltemos à história da Uber: tudo começou numa fria noite em Paris quando Travis Kalanick e Garret Camp, os fundadores da empresa que mudou o conceito da mobilidade, não encontravam transporte e conceberam a simples ideia de carregar num botão nos seus telefones para terem um acesso rápido e conveniente a uma viagem. Só no primeiro mês de atividade, a Uber assegurou 204 viagens em São Francisco. 18 Meses depois, Paris tornava-se o primeiro mercado internacional da Uber.

Cinco anos e mais de 375 milhões de viagens mais tarde, a Uber evoluiu para uma plataforma global que liga utilizadores e motoristas, assegurando mais de 1 milhão de viagens todos os dias e em todo o mundo. Até à data utilizadores e motoristas já percorreram cerca de 2.4 mil milhões de quilómetros na plataforma da Uber, o suficiente para uma viagem de ida e volta a Saturno.

Travis Kalanick CEO e fundador da Uber assinala em comunicado que “nos últimos cinco anos, as pessoas de todo o mundo disseram sim a um novo tipo de futuro; sim à inovação, desafiando o status quo; sim a mais postos de trabalho; sim à diminuição do tráfego; sim a um ar mais puro. A minha esperança para os próximos cinco anos é muito simples: que outras cidades de outros países permitam às aos seus cidadãos a mesma escolha e a possibilidade de abraçar esse mesmo futuro”.

Hoje, por todo o mundo, existem mais de mil milhões de veículos nas estradas, os quais estão inutilizados 96% do tempo. Adicionalmente, cerca de 15% do espaço das cidades é dedicado a estacionamento. Por fim, cada pessoa gasta em média 2% do tempo total das suas vidas sentada atrás de um volante, um valor que é substancialmente mais alto nas cidades com níveis elevados de congestionamentos de tráfego como Bruxelas, Moscovo, Istambul, entre outras.

Em Portugal, a Uber celebrará o seu primeiro ano de atividade em julho de 2015.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor