Twitter vai despedir 350 para controlar custos

FinançasNegócios
0 0 Sem Comentários

O Twitter vai despedir 9% da sua força global de trabalho. O objetivo é controlar custos após ter conseguido um resultado trimestral acima do esperado pelos analistas da indústria.

Feias a contas, se até ao final de junho, como diz a Reuters, o Twitter tinha 3.860 funcionários, serão aproximadamente 350 os dispensados.  O que, defende aquela agência noticiosa, pode afetar a imagem da empresa em San Francisco, onde a competição por talentos de engenharia de software é ferrenha.

Não é novidade que o Twitter teve uma forte desaceleração no crescimento da receita no terceiro trimestre, mas a faturação acabou por superar as expectativas dos analistas, projetando as ações da empresa quase 4% antes da abertura dos mercados de ontem.

A receita subiu 8%, para 616 milhões de dólares, acima da estimativa média de analistas de 605,8 milhões. A empresa teve um aumento de 20% na faturação do segundo trimestre e no ano passado, as vendas do terceiro trimestre tinham apresentado crescimento de 58%.

Os números da Reuters falam ainda numa receita total com publicidade a crescer 6% na comparação anual, para 545 milhões de dólares.

O prejuízo líquido da companhia caiu para 102,9 milhões de dólares, ou 0,15 dólar por ação, no terceiro trimestre, ante 131,7 milhões, ou 0,20 dólar por papel, um ano antes.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor