Twitpic não resiste à pressão do Twitter

Negócios

O Twitpic, um jovem serviço online de partilha de fotografias no Twitter, vai encerrar as suas operações depois de ter sido alvo de ameaças legais por parte da plataforma de microblogging. Segundo consta, o Twitpic está a tentar registar o seu nome como uma marca, mas o Twitter não vê isto com bons olhos, alegando

O Twitpic, um jovem serviço online de partilha de fotografias no Twitter, vai encerrar as suas operações depois de ter sido alvo de ameaças legais por parte da plataforma de microblogging.

Twitter

Segundo consta, o Twitpic está a tentar registar o seu nome como uma marca, mas o Twitter não vê isto com bons olhos, alegando que seria uma violação da sua própria marca registada.

O serviço, que se estreou no mercado em 2008, ganhou popularidade por possibilitar que os utilizadores publicassem fotografias na rede social do Twitter, que desde então desenvolveu o seu próprio serviços de partilha de fotos que integrou no seu website.

O fundador da aplicação de apenas seis anos, Noah Everett, disse na passada quinta-feira, através de um blogue, que o Twitter havia recentemente entrado em contacto com o Twitpic, exigindo que a empresa alienasse o seu serviço, correndo o risco de perder acesso ao API do Twitter, a certificação tecnológica que permite que o Twitpic possa colaborar com a empresa de microblogging.

Everett, resignado, disse que a sua jovem empresa não estava na posse dos recursos necessários para combater uma empresa como o Twitter e defender uma marca sobre a qual acredita ter todos os direitos, razão pela qual foi forçado a terminar as operações do Twitpic.

O Twitter, por seu lado, revelou estar de coração pesado com o encerramento do serviço do Twitpic, mas afirmou que tem que batalhar pela integridade da sua própria marca registada.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor