Twitter deixa de contar @, fotos e vídeos no limite de caracteres

e-MarketingRedes Sociais

As mudanças no Twitter têm sido mais que muitas, desde os favoritos que se tornaram corações ao reposicionamento das menções. Mas esta tem potencialmente o maior impacto: os nomes de utilizador (@), as fotos e vídeos vão deixar de contar para o limite de 140 caracteres em cada tweet.

O anúncio foi feito, apropriadamente, num tweet do CEO Jack Dorsey. “Algumas mudanças para tornar as conversas mais fáceis no Twitter!”, escreveu o executivo. “E já não será preciso remover caracteres por causa de imagens ou vídeos!”

O tweet direciona para um texto mais longo no blogue corporativo da empresa, assinado pelo gestor de produto Todd Sherman,  onde este explica as principais mudanças. Isto inclui o fim da convenção “.@“, que era usada se alguém quisesse enviar um tweet a outra conta, mencionando o seu nome de utilizador, e disponibilizando o tweet a todos os seguidores (o Twitter não mostra todos os seus tweets na timeline dos seus seguidores). É por isso que agora passa a ser possível fazer retweet ou citar um tweet próprio – até agora, os utilizadores não tinham como partilhar ou citar um tweet que tivessem publicado anteriormente.

A maior diferença será, ainda assim, esta alteração no limite de 140 caracteres – que gerou um boom nos serviços de encurtamento de endereços, como o bit.ly, para poder partilhar hiperligações sem ocupar a maior parte do “espaço” disponível. Adicionar fotos e vídeos, que comprovadamente aumentam o impacto do tweet, reduzia ainda mais o espaço para adicionar algum comentário. Era uma mudança que muitos utilizadores vinham pedindo.

Por isso, e ao contrário das mudanças recentes, esta alteração foi bem recebida pela comunidade, que neste momento ronda os 300 milhões de utilizadores ativos. A rede social tem tido dificuldades em fazer crescer a sua audiência, e em grande parte isso é atribuído à confusão dos utilizadores, que não percebem bem como o Twitter funciona. Desde que regressou, Dorsey tem tentado introduzir funcionalidades que tornem a rede social mais familiar e prática.

Ainda assim, o desempenho do Twitter em bolsa continua a ser desastroso. Na sessão de ontem, os títulos da empresa atingiram um novo mínimo, 13,72 dólares.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor