Twitter à caça de startups do setor musical

Negócios

O Twitter tem estado em negociações preliminares para a aquisição ou estabelecimento de parcerias com startups da área da música, numa altura em que a  empresa de microblogging norte-americana está a procurar fomentar o crescimento da sua base de utilizadores com a adoção de novos serviços.   A SoundCloud, uma empresa emergente alemã de partilha

O Twitter tem estado em negociações preliminares para a aquisição ou estabelecimento de parcerias com startups da área da música, numa altura em que a  empresa de microblogging norte-americana está a procurar fomentar o crescimento da sua base de utilizadores com a adoção de novos serviços.

Twitter

 

A SoundCloud, uma empresa emergente alemã de partilha de música, foi uma das empresas que esteve sob o olhar predatório do Twitter, e chegaram mesmo a estar envolvidos em negociações preliminares. Contudo, no final do dia de ontem o Wall Street Journal revelou que as negociações estavam terminadas, citando uma fonte anónima que dissera que não havia consenso acerca dos termos do acordo.

O Twitter, como plataforma de discussão e partilha de eventos e de programação de entretenimento, procura agora expandir a sua base de utilizadores através da integração de serviços de conteúdo músical.

Nos últimos tempos, a empresa tem batalhado pela conquista de novos utilizadores e pela conservação dos já existentes, o que outrora seria tarefa simples.

O número de utilizadores neste primeiro trimestre ficou-se pelos 255 milhões, mais 25 por cento do que no período homólogo do anterior ano, mas 30 por cento abaixo do registado no trimestre antecedente.

Quer Will Stickney, um porta-voz do Twitter, quer Kristina Weise, porta-voz para a SoundCloud, abstiveram-se de qualquer comentário.

Sabe-se ainda que o Twitter está a considerar avançar sobre a SoundHound, uma aplicação que permite identificar uma música que esteja a tocar no momento.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor