Twilio aumenta segurança com a aquisição da Authy

AppsMobilidadeSegurança

A Twilio anunciou a aquisição da Authy, startup que desenvolveu uma solução de autenticação de identidade em dois passos. Esta aplicação será agora alargada também aos clientes da Twilio que incluem empresas como a Uber. O serviço que, inconscientemente, utilizamos quando usufruímos de um táxi Uber ou de uma casa através do Airbnb irá tornar-se

A Twilio anunciou a aquisição da Authy, startup que desenvolveu uma solução de autenticação de identidade em dois passos. Esta aplicação será agora alargada também aos clientes da Twilio que incluem empresas como a Uber.

Shaking hands

O serviço que, inconscientemente, utilizamos quando usufruímos de um táxi Uber ou de uma casa através do Airbnb irá tornar-se mais seguro, graças à aquisição da Authy por parte da Twilio. A Twilio é uma empresa dedicada às telecomunicações e ao desenvolvimento de APIs (Application Programming Interface, ou, em português, Interface de Programação de Aplicações) e é através da sua plataforma que estas aplicações funcionam.

Já a Authy é uma startup que desde 2012 oferece uma solução de segurança que se baseia num processo de autenticação com duas fases mas também em verificação de identidade por meio de envio de mensagens escritas. Na sua lista de clientes estão a CoinBase e a CloudFlare que contam com os serviços desta empresa que já obteve financiamento de vários investidores, como Aaron Levie, o CEO da Box.

A aplicação da Authy já estará disponível em mais de seis mil sites e, após ter sido adquirida pela Twilio, vai ser disponibilizada também aos clientes da Twilio e aos cerca de 500 mil programadores que fazem parte da plataforma da empresa. Os termos daquela que é a primeira aquisição da Twilio ainda não são conhecidos.

A união dos dois serviços surge numa altura em que as empresas exigem cada vez mais proteção e soluções que forneçam segurança para as suas aplicações. Como consequência, os sistemas de autenticação que implicam uma verificação de duas fases têm ganhado popularidade ao alterarem constantemente as passwords, enviando-as para os telemóveis dos utilizadores, o que, consequentemente, aumenta significativamente a segurança das aplicações, numa altura em que as ameaças cibernéticas são cada vez numerosas, e cada vez mais sofisticadas.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor