TV da Vodafone Portugal chega à cloud

CloudEmpresasNegóciosOperadoresRedes

A Vodafone Portugal acaba de reforçar o seu serviço de TV com a adoção da solução Cloud DVR da Alcatel-Lucent. Esta tecnologia permite que os clientes da operadora portuguesa consumam conteúdos televisivos onde quer que estejam e através de qualquer dispositivo com ligação à Internet.

Os clientes do serviço de TV da Vodafone Portugal podem agora gravar programas na cloud, a partir de qualquer dispositivo em que esteja instalada a app da Vodafone TV. Posteriormente, os programas guardados podem ser visualizados em qualquer dispositivos conectado à net. Para além disso, a solução Cloud DVR permite à operadora oferecer serviços como o pause live e o restart, funcionalidades que permitem reiniciar ou parar temporariamente o programa em exibição.

A tecnologia da Alcatel-Lucent possibilita também reduzir custos e simplificar os processos operacionais, ao centralizar todo o armazenamento de conteúdos televisivos. A Cloud DVR será adicionada à set-top box da Vodafone.

“A plataforma Cloud DVR da Alcatel-Lucent permite à Vodafone a oferta de um catálogo de serviços ainda mais rico, que assegura uma experiência de vídeo superior, mais flexível e mais conveniente aos nossos clientes”, refere, em comunicado, Pedro Duarte, gestor de serviços de TV e vídeo da Vodafone Portugal.

A Alcatel-Lucent diz que a sua solução assegura a compatibilidade dos programas com todos os dispositivos móveis, além dos próprios codificadores da Vodafone.

A Cloud DVR é composta pelo sistema de gestão de gravações (VRM) da Alcatel-Lucent, que controla todo o processo. “Este produto virtualizado comunica com a tecnologia STB Mediaroom Client, já implementada na rede da Vodafone, para receber o horário dos programas e a informação do utilizador final, ficando igualmente responsável por garantir que o utilizador tem permissões de acesso a um determinado conteúdo”, explica a empresa francesa, em nota.

A adoção desta tecnologia reforça a competitividade da Vodafone Portugal, na medida que, estando o seu serviço de TV paga na cloud, permite a constante atualização e disponibilização de novos serviços.

A Alcatel-Lucent faz questão de destacar que o seu VRM tem a capacidade para ajustar os horários das gravações, quando, por exemplo, um programa excede o horário previsto.

“Com o vídeo a assumir-se como o tráfego predominante em qualquer infraestrutura de rede baseada em IP, o conhecimento único que a Alcatel-Lucent tem relativamente a estas tecnologias permite que clientes como a Vodafone possam desbloquear o potencial de receita de novos serviços, investindo em redes mais inteligentes e numa estratégia de adoção de infraestruturas baseadas na cloud, como é o caso da plataforma Cloud DVR”, comenta a companhia francesa, em nota.

A Alcatel-Lucent disse-nos que estas funcionalidades já se encontram disponíveis.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor