Transporte e logística em debate no eShow [com vídeo]

EmpresasNegócios

A logística e transportes são vetores de desenvolvimento nacional e internacional do comércio eletrónico. O Fórum dedicado ao tema, no eShow Lisboa 2013, abordou a participação de alguns dos principais “players” no reforço das propostas de valor de comércio eletrónico. Olivier Establet, da Chronopost, Jorge Oliveira, da DHL Portugal, Daniel Gamado, da Seur, e Sandra Henriques, dos CTT

A logística e transportes são vetores de desenvolvimento nacional e internacional do comércio eletrónico. O Fórum dedicado ao tema, no eShow Lisboa 2013, abordou a participação de alguns dos principais “players” no reforço das propostas de valor de comércio eletrónico. Olivier Establet, da Chronopost, Jorge Oliveira, da DHL Portugal, Daniel Gamado, da Seur, e Sandra Henriques, dos CTT Expresso, foram os oradores do Fórum Transporte e Logística.

Logistic-Truck-Pic-v22-1200x420Os diferentes “players” concordam que, atualmente, o preço do transporte dos produtos é baixo e que, nem sempre, é rentável, uma vez que quando o consumidor não se encontra em casa, a transportadora tem de voltar à casa, deixando de ser rentável.

Cada vez mais o consumidor quer ter a possibilidade de poder encomendar qualquer tipo de produto, seja eles bens perecíveis ou não. As quatro empresas presentes admitem que não estão preparados para transportar qualquer tipo de produtos e que não tencionam alargar o atual espectro daquilo que a empresa atualmente faz. As empresas presentes rejeitaram a ideia de transportar bens perecíveis e grandes volumes, uma vez que esse não é a sua especialidade.

Sandra Henriques, diretora comercial dos CTT Expresso, afirmou que, atualmente, os CTT transportam por dia 50 mil encomendas e que 20 por cento dessas encomendas provêm de lojas online. Salientou, ainda, a parceria com a Worten, que permite ao consumidor receber ou enviar encomendas na cadeia de lojas.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor