Trabalhadores chineses da IBM em greve

Business IntelligenceData-StorageEmpresasNegócios

Mais de mil trabalhadores numa fábrica da IBM no sul da China fizeram greve contra a transferência para a fabricante chinesa de computadores pessoais Lenovo, resultante da venda do negócio de servidores low-end da empresa norte-americana. Vários trabalhadores juntaram-se hoje à porta da fábrica da International Business Machines em Shenzhen, cuja produção manter-se-á suspensa pelo

Mais de mil trabalhadores numa fábrica da IBM no sul da China fizeram greve contra a transferência para a fabricante chinesa de computadores pessoais Lenovo, resultante da venda do negócio de servidores low-end da empresa norte-americana.

ibm china

Vários trabalhadores juntaram-se hoje à porta da fábrica da International Business Machines em Shenzhen, cuja produção manter-se-á suspensa pelo quarto dia consecutivo.

“Até agora, não ouvimos qualquer comentário por parte da administração ou da direção em resposta às nossas exigências”, disse Hou Hongbo, trabalhador há dez anos na fábrica. O funcionário recrimina a escolha da empresa em ignorar os trabalhadores, mas a produção mantém-se parada.

O corpo de trabalhadores exige aumento dos salários caso a IBM escolha levar para a frente a transição do setor comercial de servidores low-end para chinesa Lenovo. Hou asseverou que a manifestação de descontentamento dos funcionários continuará até que as exigências dos trabalhadores sejam atendidas.

Observa-se cada vez mais um incremento nos protestos de trabalhadores de fábricas chinesas quando sentem que os termos das aquisições internacionais não são suficientemente benéficos ou que as condições de trabalho pioram.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor