TowerJazz espera que vendas aumentem

EmpresasEscritórioNegócios

A TowerJazz, empresa israelita que faz circuitos para marcas conhecidas, afirmou que espera que as suas vendas no quarto e último trimestre do ano aumentem e a procura por chips usados em tablets e smartphones aumente nos próximos anos. A empresa faz chips que são usados no iPhone da Apple e na gama Galaxy da

A TowerJazz, empresa israelita que faz circuitos para marcas conhecidas, afirmou que espera que as suas vendas no quarto e último trimestre do ano aumentem e a procura por chips usados em tablets e smartphones aumente nos próximos anos.

CircuitA empresa faz chips que são usados no iPhone da Apple e na gama Galaxy da Samsung, assim como carregadores de bateria e adaptadores AC/DC e afirmou que houve um aumento das encomendas por parte dos seus clientes nos primeiros nove meses de 2013 comparando com o mesmo período de há um ano.

Russell Ellwanger, chief executive da empresa, afirmou que “esta é uma indicação muito forte do crescimento do core business e pode ser demonstrado pelo facto de as guias para o quarto trimestre mostrarem uma crescimento que é substancialmente melhor que a indústria”.

A TowerJazz reportou uma receita no terceiro trimestre de 12,2 milhões de dólares, cerca de nove milhões de euros, 31,6 milhões abaixo do início do ano. O rendimento desceu para 132,6 milhões de dólares depois de, no início do ano, este valor ser de 154,6 milhões de dólares. No entanto, apesar da queda, o valor do terceiro trimestre representa um aumento de seis por cento em comparação com o segundo trimestre. A empresa atribuiu o declínio à diminuição de contratos de vendas para a Micron. Excluindo a redução da Micron, o rendimento aumentou quatro milhões de dólares.

Para o terceiro trimestre, a empresa esperava rendimento entre os 130 e os 140 milhões dólares. Para o quarto trimestre, espera-se que este valor esteja entre os 133 e 143 milhões de dólares A TowerJazz espera, ainda, que as margens de lucro sejam ligeiramente melhor no quarto trimestre em comparação com o terceiro.

A TowerJazz anunciou, ainda, que espera começar a ver rendimentos no próximo ano do antecipado contrato para construir uma fábrica na Índia. A empresa faz parte de um dos dois consórcios que propuseram construir uma fábrica semi-condutora naquele país. O consórcio da TowerJazz inclui a indiana Jaiprakash Associates e a IBM.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor