Toshiba considera venda de ativos

e-RegulaçãoEmpresasLegalNegócios

A Toshiba pode, em breve, vender alguns dos seus ativos, incluindo uma participação maioritária na empresa de energia nuclear Westinghouse Electric. Depois de uma série de investigações às suas contas, a tecnológica japonesa está a procurar angariar algum capital, numa altura em que espera lucros abaixo das estimativas.

Em abril, a Toshiba comunicou que alguns projetos realizados no período fiscal 2012/2013 foram registados com custos abaixo dos reais. Estas irregularidades contabilísticas levaram a que os diversos negócios da fabricante nipónica fossem colocados sob a lupa de diversas investigações, que lançaram uma nuvem negra sobre a Toshiba e fizeram com que os investidores passassem a olhar para ela com alguma desconfiança.

Ciente do impacto que estas investigações terão ao nível do lucro, a fabricante de computadores está agora a procurar embolsar algum dinheiro, calculando que se avizinha uma inequívoca quebra da rentabilidade.

Ao que parece, a Toshiba pretende deitar a mão a cerca de 1,7 mil milhões de dólares, mediante a venda de alguns dos ativos que possui, e, inclusivamente, poderá abdicar da participação de 87 por cento que detém na Westinghouse Electric, uma empresa norte-americana da área da energia nuclear. No entanto, a empresa nega qualquer ligação entre a venda da participação e as investigações contabilísticas.

Desde que a Toshiba revelou a hiperbolização dos gastos envolvidos nos seus projetos de desenvolvimento de infraestruturas e de construção, as suas ações perderam já mais de um quarto do seu valor. Estima-se que a investigação, que está nas mãos de uma comissão independente, termine ainda este mês.

Fontes da Reuters afirmaram que a Toshiba estaria em negociações com alguns bancos para assegurar uma linha de crédito de até cinco mil milhões de dólares, na eventualidade de o exame a que está sujeita dilacere gravemente os seus lucros.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor