TomTom forma parceria com a UN-Habitat

Negócios

A TomTom acaba de anunciar uma parceria com a UN-Habitat, o Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos, para combater o congestionamento urbano. Deste modo, o Índice de Trânsito da TomTom será utilizado pela UN-Habitat e pelos seus stakeholders na tomada de decisões estratégicas de combate ao congestionamento urbano. “As áreas urbanas estão em

A TomTom acaba de anunciar uma parceria com a UN-Habitat, o Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos, para combater o congestionamento urbano.

DSC_0046Deste modo, o Índice de Trânsito da TomTom será utilizado pela UN-Habitat e pelos seus stakeholders na tomada de decisões estratégicas de combate ao congestionamento urbano.

“As áreas urbanas estão em rápido crescimento, e são atualmente o lar de metade da população mundial, prevendo-se que cheguem ás seis mil milhões de pessoas em 2050. Por isso mesmo, o modo como planeamos as nossas cidades no que diz respeito a serviços básicos, mobilidade e conetividade fará toda a diferença para a criação de cidades melhores. Os dados fornecidos pela TomTom darão conhecimentos vitais, fornecendo uma análise mais precisa do congestionamento de trânsito urbano. Assim será possível aos legisladores e governos locais o desenvolvimento de soluções urbanas sustentáveis, editáveis e duradouras”, afirma o Diretor Executivo da UN-Habitat, Joan Clos.

A fornecedora global de produtos e serviços de localização e navegação automóvel lançou recentemente a sexta edição do seu Índice de Trânsito, que revelou uma grande tendência de crescimento do trânsito. As pessoas gastam uma média de oito dias por ano presas no trânsito, demonstrando que as atuais respostas a este problema, como a construção de novas vias ou o alargamento de estradas, deixaram de ser soluções para a gestão do congestionamento urbano.

“O objectivo da TomTom é investir em novas ideias e tecnologias que tragam benefícios significativos aos condutores, às empresas e à sociedade em geral. Esta parceria ajudará os planeadores urbanos e os stakeholders do governo a tomar decisões mais informadas no que toca ao combate do congestionamento urbano”, refere o CEO da TomTom, Harold Goddijn.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor